PROFESSOR VIRTUAL

by Simples Rap'ortagem | 17:28 in |

Participação: André Lima
Autor: Jorge Hilton

Se eu escrevo errado ele logo corrigi
Sempre ao meu lado, quase não me exige
Só me exige que eu saiba o que quero
Me ajuda num piscar de olhos sem lero, lero
Se faço uma pergunta sem noção
Ao invés de desaforo, me enche de informação
Me dá muita opção que eu fico tonto
Tanta liberdade de escolha me causa confronto
Aprender e colher imediatamente os frutos
Conhecer o planeta em minutos
Me ensina a ser autodidata, qual importância?
Será o futuro da educação a distância?
Mas ele nunca ta longe, muito menos ausente
Professor do futuro no presente
O que é virtual e presencial?
Esse mestre me confunde, é filosofal

Ô; ô,ô,ô; ô,ô,ô
Google é meu professor
Ô; ô,ô,ô; ô,ô,ô (google, google)

Se antecipa aos meus pensamentos, que jogada
E não me cobra nada: quase nada
A sensação é que sabe mais de mim do que eu
Cria desejo que minha mente não escolheu
Quando a esmola é demais o santo se aproveita
Não vive sem propaganda, qual é sua receita?
Pra que confie nele como ninguém?
Possui até o que minha mulher não tem
Minhas senhas, meus inventos
E se bobear, a maior parte do meu tempo
TV, rádio, satélite, livro, internet ou rua
Logo mais ele estará na lua
Fala com pessoas com ou sem deficiência
É pela inclusão, é contra ineficiência
Poliglota, me ensina nova língua a cada ano
Logo mais, aprendo a falar em marciano

Ô; ô,ô,ô; ô,ô,ô
Google é meu professor
Ô; ô,ô,ô; ô,ô,ô (google, google)

Meu professor sabe tudo onde será que ele se formou?
Ele é famoso, rico, é empreendedor
Sobre ele ouço tantos rumores
Investe em cada coisa, até na bolsa de valores
Meu profi é incrível
Se reinventa, se supera parece imbatível
Parece que nunca vai ficar velho
Será que chegará a idade do evangelho?
Ensinar através do exemplo é sua rotina
Não dorme, deve ser movido a cafeína
Ele é brother, democrático
Cabeça de calculadora é matemático
Estimula meu prazer e talento
Posso pesquisar e jogar ao mesmo tempo
Ele é riqueza que não se consome
Como o Simples Rap’ortagem diferente até no nome

Ô; ô,ô,ô; ô,ô,ô
Google é meu professor

Ô; ô,ô,ô; ô,ô,ô (google, google)